Jovens chineses tornam-se demasiado comunistas e confundem o governo

Há uma coisa que me ouço dizer muitas vezes e é “li no New York Times que…”. E cada vez que digo lembro-me da tipa do American Pie, que estava sempre a dizer “Once, in the band camp…”. Mas eu sou uma fã incondicional do nytimes e enquanto eles tiverem artigos que me interessem, vou continuar a dizê-lo!

Na semana passada encontrei um artigo bastante curioso: jovens estudantes universitários chineses, embebidos e imbuídos desde pequenos na doutrina de Marx, Lenin e Mao foram para a rua, mais propriamente para Huizhou, para organizar sindicatos junto dos trabalhadores fabris e protestar pela melhoria das condições de trabalho. A mim isto pareceu-me um TPC típico dum Estado Comunista (ahah Estado e comunismo juntos na mesma frase! Que laracha! E um oximoro também*)

Só que ao governo chinês não. Quer dizer, deve-lhes ter parecido que esta gente estava a tentar ganhar créditos extra e não gostaram. E vai na volta, toca a perseguir e prender esta rapaziada.

A maior parte foi libertada, mas alguns ainda estão detidos ou em prisão domiciliária. Entretanto, algumas universidades têm impedido que grupos marxistas se reúnam. E o governo teme que a proliferação destes grupos de estudantes e dos seus ideais (que  deviam também ser os ideais do governo coff coff) ponha em causa o romance da China com o capitalismo.

É difícil ignorar a ironia da situação toda. Mas é apenas mais um exemplo da repressão exercida pelo Estado chinês. Desta vez apenas um exemplo mais caricato e irónico.

A excelência do jornalismo é do NY Times, mas chega-lhe aqui, nesta excelência de conteúdos que é este blog. No link abaixo, o artigo na íntegra.

https://nyti.ms/2NPExM6

 

 

*oximoro = recurso estilístico que consiste em reunir, no mesmo conceito, palavras de sentido oposto ou contraditório. O oximoro é um oximoro em si mesmo, do grego oxymóron,  de oxýs, «arguto» +mórón, «estúpido». A etimologia todos os dias, nem sabe o bem que lhe fazia 😀