O dia do Kreisverwaltungsreferat. E do banco.

Todo o estrangeiro residente na Alemanha tem de ir ao Kreisverwaltungsreferat (lê-se §%&##@!<ª$Ü£$/Ç) ou serviço equivalente e dizer que, sim senhor, está na Alemanha, na morada X. E tem de fazer o mesmo quando se vai embora; avisar: pessoal, dei de froskes, já retirei devidamente a minha identificação da campainha e da porta e cumpri todos os…

Ler Mais

Primeiro dia de trabalho. O Horror. O Drama. A Tragédia.

[Artur Albarran, onde estás tu?] Noite mal dormida, cérebro a 100 à hora a pensar Oh meu deus tenho um blog, que fixe, #aitenhotantasideias, #aijesusqueincrível, #aiamanhãvoutrabalhar, #aiistoémesmoasério!  Resultado: acordo com olhos de anfíbio, mas apesar de tudo com acuidade visual suficiente para sobreviver às primeiras tarefas do dia sem me cortar, queimar ou afogar. 7h45.…

Ler Mais

A importância de ser (Herr)nesto. E Frau Neves.

Cá estou eu na minha primeira semana de Baviera. Só dirndls* (lê-se “dêndel”) e lederhosens dum lado pro outro. Tudo jolly-jolly com mais ou menos cerveja no bucho. Hordas de gente com fatinhos típicos no metro (os tais dendls e cenas) a encherem tudo, só para irem beber cerveja a um sítio diferente. Um Senhor…

Ler Mais